1977

Resultado de imagem para 1977 darkside  Fala trevosos, tudo bem?
  Sim, hoje o assunto é sério! Que eu sou uma grande fã da editora Darkside, não é novidade. Novidade mesmo são os gêneros em que ando me aventurando. Depois de ler "Caixa de Pássaros", que é um thriller psicológico, resolvi ler "1977", do autor Guy Playfair, livro que inspirou o filme "Invocação do mal 2" e a série "The Enfield Haunting", disponível aqui.
  Guy é um pesquisador nato na área do sobrenatural. Viveu vários anos no Brasil, estudando a vida de Chico Xavier, e inclusive ajudou em um caso de Poltergeist em Suzano, cidade vizinha da minha. Pensa na minha tranquilidade lendo, sabendo que é história real mas uma realidade que aconteceu longe... Até ler essa página. Me tremi todinha. 
  Após ficar sabendo do caso em Enfield, em Londres, Guy e Grosse, um psíquico que perdeu sua filha recentemente e por coincidência possui o mesmo nome da garotinha que está sendo atormentada por espíritos: Janet, vão investigar e esperam ajudar a família. No início das atividades paranormais (no pun intended, não sabia como descrever com outras palavras), coisas pequenas aconteciam, como batidas e móveis se movimentando. Porém, conforme as entidades ficavam mais fortes e poderosas, o negócio ficou mais pesado. As garotas eram atiradas da cama com facilidade, como se não pesassem nada. Cobertores eram arrancados, objetos maiores começaram a ser jogados, e mensagens apareciam em papéis, paredes... até chegar na verdadeira possessão das crianças. 

Eles não querem fazer mal, só não sabem o que estão fazendo.
Resultado de imagem para the enfield haunted gif
Imagens reais de Janet em um dos inúmeros arremessos.

  O livro em si é meio parado, pois como você apenas lê o que aconteceu, aquilo não choca tanto quanto deveria. E são várias páginas descrevendo exatamente o que te falei agora, as mesmas coisas acontecem tantas vezes que você nem se surpreende quando uma garota sai voando da cama. Mas é bom lembrar que é uma história r e a l, então aquilo realmente aconteceu, está documentado e várias pessoas foram testemunhas dos vários acontecimentos. Na edição incrível da darkside, a gente pode ver algumas fotos tiradas na casa, como prova de, por exemplo, como a voz que saía das garotinhas não poderiam ser forçadas por elas mesmas. 
  Eu até que gostei da leitura, mas achei um pouco repetitivo e cansativo (o autor nos diz isso logo no início, que não inventou nada, então a leitura poderia se tornar um pouco entediante). E o fato dele e Grosse passarem 40% do livro tentando provar que uma das crianças não estava tentando pregar uma peça e fingir um acontecimento (apesar de entender o motivo, achei beeeem pombo).
  Enfim, eu estou me preparando pois quero assistir tanto a série quanto o filme, pois é lei assistir depois de ler, mas confesso que só pelo trailler já vi que vou tomar todos os sustos que não tive com o livro. 
  Espero que tenham gostado da minha "aventura". Agora vou ler um romance, e talvez um dia torne a procurar um terrorzinho básico para resenhar pra vocês. Beijos de luz!



18 comentários:

  1. Oi, Jéssica! Tenho um pequeno pavor de livros de terror e paranormais justamente porque acredito nelas. Pois é, só o fato de saber que esse livro retrata algo que realmente aconteceu me dá calafrios! Não sei se lerei um dia, mas quem sabe um dia eu perca o medo. rsrs
    Bjos!
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  2. Oie!
    Confesso que não gostei muito da história, achei que vou me enrolar muito nessa leitura, e ficar um pouco entediada. Como comenta que é um pouco parado, eu acabo ficando com sono durante a leitura.
    Vou deixar para outro momento.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, foi uma leitura meio arrastada pra mim

      Excluir
  3. Eu acho que mesmo com a narrativa parada, eu ficaria chocada com esta história. Sério, sou assim...
    Fiquei curiosa e mesmo nao sendo uma leitura 100% pra ti, eu gostei.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Assim como você eu amo DarkSide, seja pelo gênero literário, seja pelo capricho em suas edições. Não sabia do que se tratava o livro, mas vai pra lista de desejo simplesmente por ser o meu número rsrs.
    Até deu frio de ver esse gif, sabendo que foi real, credo!

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIM, eu fui procurar fotos pra ilustrar a resenha e fiquei toda arrepiada. Haha

      Excluir
  5. Aiiii, eu amei Caixa de Pássaros e olha que amo ver estes filmes, mas prefiro filmes mesmo. Porque livros acho que não causam o mesmo impacto, apesar que Caixa de Pássaros é melhor em livro do que acho que será em filme porque é muita tensão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIM. Tô mega curiosa pra ver como será o filme!

      Excluir
  6. Eiita, eu realmente não tenho coragem de ler obras assim. Nunca fui fã de terror, passo mais longe ainda quando leio "história real", hahah. Pena que não foi uma experiência tão boa quanto o esperado, mas tomara que a série e o filme compensem. Mesmo sendo uma leitura parada, esse negócio das fotos não é pra mim, vou passar a indicação e esperar resenha dos romances mesmo, hahah.

    Beijos, beijos.

    ResponderExcluir
  7. Oie!

    Sou loucas nestes casos reais trazidos pela Darkside! Simplesmente me encantam.

    1977 está em minha listinha e pretendo ler até o começo do ano. Mesmo já tendo lido outras opiniões sobre ele e algumas relatando o mesmo - sobre ser um pouco parada a narrativa - não diminuiu minha curiosidade!

    Espero não me decepcionar com a obra, mesmo sabendo de alguns pontos falhos! E super choquei em saber que a cidade dos acontecimentos é vizinha da sua, deve ser muito massa hahahahaha

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O próprio autor disse que era meio parado, rs. Adorei o livro da mesma maneira, porém não sei se releria ^^ A cidade dos acontecimentos de quando ele veio para o Brasil é vizinha da minha, mas a do livro é Londres ^^

      Excluir
  8. Oi,

    Acho essa capa muito bonita. É uma pena que a leitura acabou sendo um pouco arrastada, visto que você apenas lia o relato, mas que bom que no final a leitura não te desagradou no total. :)

    beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Assim como você, eu também gosto muito dos livro da DarkSide. Já tenho vários livros da editora, mas tem ainda alguns que eu quero. Inclusive um deles era 1977. Eu já conhecia o enredo, sabia que era uma história real, mas não imaginava que fosse um livro muito repetitivo. Me desanimei com ele. Ainda quero muito ler, mas vai ficar para o futuro. Esperava mais dele. Adorei ler a sua resenha. Muito boa.
    Abraço 😀

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu esperava mais emoção mas acabou ficando paradão

      Excluir
  10. Oiee ^^
    Eu até me aventuro em thrillers psicológicos, mas é o mais longe que eu vou...haha' Não leria um livro com "1977" porque eu ficaria me tremendo toda por muito, mas muito tempo. E também porque o tema em si não me interessa muito *-* uma pena que tenha sido um livro cansativo e repetitivo, mas espero que goste do filme e da série.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda não tive coragem de ver nenhum dos dois desde que postei a resenha, socorro kkk

      Excluir

© Viver em dois mundos - 2016 | Todos os direitos reservados| Tecnologia do Blogger.