Caixa de pássaros

Resultado de imagem para caixa de passaros  Um gênero que nunca resenhei antes, e é bem raro de passar pela minha meta leitura: Terror! E ainda por cima, terror psicológico. Minha melhor amiga me presenteou com essa obra incrível, chamada "Caixa de pássaros", e é sobre ela que iremos falar hoje!
  A história é dividida em duas partes, o passado e o presente. Malorie acabou de descobrir que está grávida, e já imagina que não poderá contar com o pai da criança. Sua irmã, Shannon, está ajudando a passar por isso. Tudo vai bem, na medida do possível, até que notícias estranhas começam a aparecer nos jornais e na televisão. Casos de suicídio e homicídio bizarros, que aconteceram após os envolvidos "verem" algo do lado de fora. No começo, as garotas não dão tanta atenção, mas começam a se preocupar quando os episódios se aproximam de sua cidade. 
  No presente, Malorie cuida de seus dois filhos, ambos com apenas quatro anos, mas muito bem treinados desde que nasceram. Treinados para escutar além do normal. Ela decide que é hora de sair da casa em que se sentiu protegida por todo esse tempo e procurar uma condição de vida melhor para as crianças, que nunca viram nada além do interior dos cômodos. É só cruzar o rio e não abrir os olhos, não pode ser tão difícil assim... 

Como pode esperar que seus filhos sonhem em chegar às estrelas se não podem erguer a cabeça e olhar para elas?

Resultado de imagem para sandra bullock gif

  Existe algo lá fora. Um animal, uma criatura, algum tipo de coisa que faz as pessoas enlouquecerem se olharem. Por isso, o mundo inteiro mudou. Os poucos sobreviventes andam pelas ruas vendados, janelas protegidas com cobertores, ninguém vê o céu há tempos. Malorie encontra uma casa com alguns estranhos que a acolhem em meio ao caos, e aí surge uma amizade em meio a luta pela sobrevivência.
  Sendo o primeiro livro que li com esse gênero, me senti extremamente instigada. O autor nos mostra o final logo no início (pelo menos o começo do final. Isso faz sentido?), e todo o enredo é pra nos mostrar o que aconteceu e o que levou até aquela realidade. 
  A narrativa é maravilhosa, pois sentimos a agonia da personagem conforme a história se passa. Ela repete algumas palavras em desespero, e quando se venda, nos vendamos junto dela, sem nunca saber o que se passa do lado de fora, sentindo na pele o mistério do que os cerca. Já adianto que temos cenas fortes, e você não deve se apegar a nenhum personagem. Isso já fica claro nos primeiros capítulos. É daquele tipo de leitura que fica na cabeça mesmo depois de você terminar de ler.
  Ah, e teremos um filme da obra! Por enquanto, apenas duas atrizes confirmadas: Sandra Bullock (catou a referência no gif?) e Sarah Paulson, conhecida por participar da série de terror American Horror Story. Nem preciso dizer que estou mega curiosa para conferir como eles irão adaptar as criaturas que nem no livro são descritas, né? Oremos. Hahahaha 

23 comentários:

  1. Deixou-me com vontade, Jess! De ler o livro, de assistir ao filme (amo o gênero!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, fico feliz! <3
      Mal posso esperar para o filme também!

      Excluir
  2. Desde o lançamento que eu quero ler esse livro, mas sempre passou outros na frente. Quando leio resenhas assim, com destaques positivos, fico mais animada para ler. Ah, ainda não estava sabendo do filme. Adoro a Bullock e a Sarah Paulson. Tomara que seja um ótimo filme.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também amo as duas, reli esses dias já imaginando-as nos personagens, e fiquei ainda mais ansiosa para o filme!

      Excluir
  3. Eu já sou fã de um terror psicológico, até por isso este livro está na minha meta de leitura, só é uma pena que eu não tenha lido ainda. Que bom que você gostou, espero gostar também.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu adoro esse livro. Josh conseguiu me prender com sua narrativa e também pelo final meio que em aberto pra darmos a nosda interpretação. To curiosa pra ler O piano vermelho, acho que vai ser uma ótima leitura.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  5. Menina... eu li este livro e me apaixonei. É instigante e agoniante. Fiquei pensando no que poderia ser as tais criaturas e acho que essa é a maior jogada da autora, mesmo sem falar o que os cerca ela consegue acabar com os nervos do leitor. Adorei.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii
      Antigamente eu tava louca pra ler mais tenho q confessar que tenho um pouco de medo quem sabe um dia eu leia.

      Bjj

      Excluir
  6. Oi, Jéssica! Li Piano Vermelho do mesmo autor e achei... confuso. rs
    Na verdade, já me falaram que Caixa de Pássaros é muito superior ao segundo livro dele lançado. Tanto que é capaz de eu ler, mesmo depois da experiência não tão boa com Piano Vermelho.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, ja´me falaram que em Piano Vermelho ele perdeu a mão! Por isso não li ainda, gostei tanto desse que quero manter essa imagem do escritor, haha

      Excluir
  7. Oiii Jéssica

    Sou super curiosa pra conferir esse livro, ele foi bem comentado logo de sua publicação e agora com a confirmação de um filme certamente ganhará destaque outra vez. A história parece ser bem legal, intensa e esse ar meio obscuro que tem me chama a atenção. Curiosa pra conferir essa leitura.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu para conferir o filme, Deus nos ajude e que seja uma adaptação boa! Hahaha

      Excluir
  8. Olá! Como vai?
    Terror e muito menos terror psicológico fazem parte do estilo literário que costumo ler. Não me sinto confortável, mas as vezes é bom sair da zona de conforto, só assim a gente descobre coisas novas. Eu tenho vontade de ler esse livro, a premissa me instiga, apesar dos pesares (rs). Quem sabe um dia eu não dê uma chance? A resenha está linda e ela conseguiu me deixar ainda mais curiosa.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dê uma chance sim, super recomendado pra quem, como eu, não é TÃO chegada ao gênero mas tem curiosidade.

      Excluir
  9. Olá, ótima resenha. Ei fico com uma mega dúvida se leio ou não esse livro. Não sei se ficaria satisfeita ao terminar a leitura e não saber exatamente como são essas coisas perigosas que os personagens não podem ver.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu acho que é mais legal ficar sem saber. Porque você fica com expectativa, e aí o cara descreve o bicho e nem é tão legal assim, acaba desapontando... Prefiro me "cegar" junto aos personagens :3

      Excluir
  10. Menina!! Que resenha maravilhosa. Me deixou louca para ler um livro que eu disse que não leria (porque morro de medo de livros de terror), mas esse parece ser um livro de mistério fascinante.
    Logo logo serei a próxima a escrever sobre ele no meu blog, pode ter certeza haha
    Obrigada por essa resenha maravilhosa. Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaa, adoro! Leia sim, eu também tinha pavor do gênero aí achei melhor começar com esse, que apesar de terror é mais "de boa" do que os do King, por exemplo.

      Excluir
  11. Hey,
    Ainda não li esse livro, mas tenho muita vontade, pois a premissa dele chama minha atenção e tenho curiosidade de saber o que é essa coisa que foi criada. Fiquei muito contente por ser seu primeiro contato com o gênero e ter te instigado tanto assim. Acho que precisa tirar o pó dele da estante e ler para ontem.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Eu amei o livro! Tive pesadelos com uma das cenas do final durante três dias depois de finalizar a leitura. Mal posso esperar para lançarem o filme!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Olá,

    Estou bem empolgada para essa leitura, só essa premissa me chama a atenção, saber que ele é instigante me deixa ainda mais curiosa. Ouvi alguns comentários quanto ao final do livro, mas ao invés de isso me desanimar, só me deixou mais ansiosa para descobrir o que é.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© Viver em dois mundos - 2016 | Todos os direitos reservados| Tecnologia do Blogger.